Praia da Guarda do Embaú e Pinheira – Palhoça

O nosso destino de hoje é a cidade de Palhoça em Santa Catarina mais especificamente nas praias da Guarda do Embaú e Pinheira

Quer ver mais? Vem comigo.

Teríamos a tarde inteira então fizemos uma lista de lugares que estavam próximo uns aos outros, para visitar, porém acabamos focando em aproveitar apenas essas duas praias muito bonitas.

Praia da Pinheira

Visitamos primeiro a praia da Pinheira, ela fica no centro de Palhoça.

A praia da Pinheira fica próximo a uma praça onde fica o letreiro de Palhoça. Lá a infraestrutura é muito boa, tem onde estacionar com tranquilidade e vários restaurantes próximos.

A praia tem ondas tranquilas, porém a água não estava tão bonita. O tempo estava fechado na hora que chegamos, não sei se isso interferiu.

Essa praia tem a água própria para banho, apesar de terem vários barcos ancorados próximos. Nós não tomamos banho nela, pois iríamos tomar banho na praia da Guarda do Embaú. Mas molhamos os pés e sentimos que a água estava bem gelada.

Lá havia também um balanço gigante, que só dava para se balançar se estivesse em pé. Muito divertido.

Caminhamos até a algumas pedras na lateral direita da praia, onde dava para ter uma visão mais ampla da sua extensão. Ela é muito bonita, vale a pena dar uma passada nela, se houver tempo sobrando.

Atualização

Praia do Sonho

Demos uma passada na praia do Sonho em uma outra visita que fizemos. Enquanto circulamos por Palhoça existem muitas placas indicando a praia e dessa vez resolvemos conferir.

Ela é uma praia que tem uma faixa de areia extensa e aqui está o grande barato dessa praia – na minha opinião – o vento é tão forte que ao atravessar a faixa para chegar na praia você literalmente toma um banho de areia.

A praia em si é bem tranquila, mesmo com o vento as ondas estavam bem pequenas. Não deu para tomar banho de mar, mas o banho de areia rendeu boas risadas.

Almoço

Próximo a praia da Pinheira almoçamos no Restaurante Sabor Caseiro – um dos poucos que estava aberto – que serve comida a quilo (R$46,90) ou no buffet livre (R$32,90). O horário de atendimento é segunda a sexta: 11:30 a 13:30.

Fomos no quilo, a comida estava gostosa e com o preço justo. A sobremesa não estava inclusa era paga a parte. Voltaria.

Atualização 

Em outro dia fomos novamente em Palhoça e almoçamos no restaurante Beira Rio, que gostamos bem mais. A variedade de pratos disponíveis no buffet nos agradou bastante, além de ter sobremesa gratuita. O valor cobrado no quilo é de R$59,90 ou também tem o buffet livre por R$39,90.

Então se fosse recomendar um lugar para almoçar seria lá. Além do almoço gostoso, do outro lado da rua tem uns balanços e um banquinho que está na frente de um riozinho, ao terminar a refeição é possível descansar um pouco lá antes de ir embora.

Guarda do Embaú

Essa praia é uma das mais famosas da região, então era um passeio imperdível. Já havíamos chegado perto de conhece-la há cerca de um mês atrás, porém acabamos parando nas dunas do Siriú e não chegamos nela.

Estacionamos o carro na rua Inês Maria de Jesus e seguimos a pé o restante. No final dessa rua encontramos vários restaurantes e lojas. Havia também estacionamentos pagos para quem quer estacionar mais perto.

Pegando o lado direito da praia chegamos a parte onde o Rio da Madre encontra o mar. Ali é possível pegar um barquinho que vai levar para a parte mais extensa da praia.

Queríamos explorar por isso acabamos pegando a trilha a esquerda que também vai dar no rio e em seguida na praia.

Na trilha existem duas opções: seguir direto para a praia ou pegar a esquerda para a Pedra do Urubu, Prainha e Vale da Utopia. Fomos direto, deixamos os demais para fazer depois. O percurso até chegar lá é bem curto e fácil.

Nesse lugar temos visão lateral do encontro entre o rio com o Mar. Ali existem algumas pedras onde você pode sentar e aproveitar a vista.

Na trilha, é possível encontrar vários surfistas indo e vindo a todo momento. Alguns utilizam o rio da Madre como forma de chegar ao mar mais facilmente.

Essa parte da praia na lateral esquerda é bem tranquila e encontramos vários casais com crianças.

Ficamos um tempo por ali e depois resolvemos seguir para a trilha da Pedra do Urubu.

Trilha e Pedra do Urubu

Achei uma trilha um pouco mais complicada do que outras que já fizemos, principalmente por causa do terreno, ela está boa parte na mata então existem muitos galhos e partes mais íngremes. Porém está bem sinalizada.

No final há uma parte mais complicada, pois a subida é feita na Pedra. Contudo há uma corda que ajuda na subida.

Apesar da dificuldade compensa demais a subida! O lugar é lindo.

Ali há um pequeno mirante onde vemos de cima a praia da Guarda do Embaú e o encontro do rio da Madre com o mar. É espetacular! Vale demais ficar um tempo ali admirando a paisagem.

Tivemos a oportunidade de ver algumas baleias que fez a subida valer ainda mais. Pena que na câmera, não tivemos a sorte de captura-la, ficou só na memória.

Trilha da Prainha

Voltamos pela trilha da pedra do Urubu e pegamos o outro caminho em direção a Prainha.

A trilha é bem semelhante a da Pedra do Urubu, no mesmo tipo de terreno e tão íngreme quanto. Quando a trilha acabou chegamos em um ponto onde conseguimos ver a Prainha e as piscinas naturais.

O mar no dia que fomos estava bem agitado, mas era possível ver com clareza as piscinas naturais. Descemos em direção a prainha, onde existem várias pedras que estavam sendo castigadas pelo mar agitado. Lindo demais.

Existe um posto salva vidas nesse ponto da praia, porém havia apenas uma pessoa na areia. Decidimos não tomar banho nessa praia, pois ela era bem agitada e com muitas pedras próximas.

Desde o início planejamos contornar pelo lado direito e voltar a Praia da Guarda do Embaú e foi esse caminho que fizemos. Queríamos parar no Panorama que vimos no mapa e conseguimos.

Nessa parte da trilha o percurso é feito sobre as pedras, então requer um certo cuidado.

Chegando ao Panorama – local parece um campinho aberto nas pedras. Continuamos a trilha e encontramos vários surfistas e outras pessoas e voltamos mais uma vez para a trilha principal.

Paramos na praia da Guarda para tomar um banho rápido de mar, apenas para refrescar da caminhada. O mar estava bem gelado e gostoso.

Informações Gerais e Recomendações

Fizemos na baixa temporada, então a maioria das pessoas que encontramos eram os surfistas, a praia estava bem vazia.

O dia estava agradável, não havia chovido nos dias anteriores, então o terreno estava seco, excelente para fazer a trilha.

Tempo Total: 2 Horas e 18 minutos entre caminhando e parados;

Altitude Máxima: 183 metros;

Precisa de Guia? Não, basta seguir a sinalização.

Recomendações:

  • Vá com roupas leves, porém recomendo calça, blusa de manga e tênis, fazer essa trilha de chinelo vai trazer bastante incomodo;
  • Leve água e um lanche, pois a trilha é longa, mais de 2 horas;
  • É possível faze-la em uma manhã ou tarde;
  • Siga a sinalização;
  • Verifique seu nível de condicionamento físico é compatível com a trilha, pois existem pontos bem íngremes
  • Se o tempo estiver fechado ou chovendo não se arrisque a fazer trilha, não compensa no final.

As duas praia surpreenderam no final, porém a Guarda do Embaú superou bastante pelo visual proporcionado principalmente da Pedra do Urubu e da chegada na Prainha.

Curtimos bastante e recomendamos, pretendemos voltar em breve para explorar mais essa região.

Conhece essa praia? Deixa seu comentário, qual sua opinião sobre ela?

Confere o vídeo que fizemos de Palhoça!

Seguro Viagem Geral 1

Você também pode gostar…

Aventuras ao Ar Livre em Urubici

Aventuras ao Ar Livre em Urubici

Descubra as melhores aventuras ao ar livre em Urubici! Trilhas, cachoeiras, escalada, passeios a cavalo e muito mais. Explore a natureza da Serra Catarinense.

A Melhor Época para Visitar Urubici

A Melhor Época para Visitar Urubici

Saiba qual é a melhor época para visitar Urubici e aproveite ao máximo suas atrações. Verão, outono, inverno ou primavera – descubra o que fazer em cada estação!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *